Demolidor – Diabo da Guarda

Demolidor: Diabo da Guarda - Capa

Demolidor: Diabo da Guarda – Capa

Olha eu aqui falando da coleção da Marvel de novo!

Uma coisa que eu tenho reparado nessa coleção é como a galera gosta de começar as histórias com tragédia.

E essa não podia ser diferente.

A revista começa com uma carta de despedida de Karen Page para Matthew Murdock e, enquanto a carta é “lida” em forma de fala de narrador, vemos uma mulher com uma criança no colo fugindo e nosso herói em um confessionário começando a conversar com o padre.

O herói escuta os batimentos da mulher e resolver ir salvá-la. Numa dessa ele sai correndo ao melhor estilo Super Homem, tirando a roupa “normal” e deixando o uniforme ser revelado enquanto corre atrás das pessoas que estão perseguindo a mulher.

Já como Demolidor, ele chega até o local, impede os criminosos mas não consegue se encontrar com a mulher, que fugiu durante a confusão.

Depois de todo esse ocorrido, o herói não consegue esquecer essa situação e fica pensando nisso até que, do nada, a mulher que estava fugindo entra no escritório de Matt e diz que recebeu uma mensagem divina dizendo que ele deveria cuidar da criança pois ela é o Novo Messias e só um homem como o Demolidor poderia cuidar dessa criança.

Junto com tudo isso, o sócio de Matt é acusado de assassinato e surge um outro grupo querendo essa mesma criança dizendo que ela não é o Novo Messias, é, na verdade, o Anti-Cristo e que vai iniciar o Apocalipse.

Acho que dizer muito mais que isso seria spoiler, mas posso comentar bem sobre o que eu achei.

No começo me interessei muito pela revista, estava achando tudo muito interessante mas devo dizer que, mesmo não sendo contra esse tipo de assunto, estava achando essa história de Novo Messias muito forçada.

Só que vocês sabem como é curiosidade né? Pois é, por culpa dela eu continuei lendo, cada vez mais com aquela cara de “mas hein?!” mas ainda sim lendo.

E durante essa leitura muito foi sendo explicado, e tudo o que era “mas hein?!” foi virando “ahhhh, faz sentido” e, com isso, fui gostando cada vez mais da revista e ela foi subindo no meu conceito.

A aparição de personagens como Viúva Negra, Homem Aranha e Doutor Estranho deixa a revista mais interessante pois temos uma ideia de como esses personagens afetam as decisões do Demolidor. Devo dizer que essa é uma das coisas que eu mais gosto no universo Marvel, como os heróis (e vilões) vivem no mesmo universo e direto uma coisa que acontece com um herói afeta outro.

O roteiro do Kevin Smith é bem bom, a história, como eu disse, começa meio estranha mas depois fica muito boa e digna de leitura.

Sobre os desenhos do Joe Quesada, tenho só um comentário negativo: que raios de olhos são esses? Em diversas cenas, principalmente quando tinha um personagem olhando pra cima, eu ficava com uma certa aflição dos olhos dos personagens e acabava tendo que reler o quadrinho pois tinha perdido o foco (sem trocadilhos). Claro que isso é um ponto de vista e que nem todo mundo que ler vai achar isso também, mas me incomodou muito, é digno de nota e eu vou colocar uma das imagens mais bizarras que eu achei e vocês me digam o que acharam:

Olho da Viúva Negra

Olho da Viúva Negra

Ainda sobre os desenhos, mais dois comentários. Em algumas cenas, o desenho do Joe me dava uma ideia melhor do que o Demolidor estava sentindo e mesmo sendo meio cartunesco, achei que coube bem com a história.

Expressão do Demolidor demonstrando o que estava sentindo

Expressão do Demolidor demonstrando o que estava sentindo

E, só mais um comentário sobre o desenho: Que bebê do Capiroto é esse???

Bebê bizarro

Bebê bizarro

Tirando esses pormenores, a história meio bizarra e forçada no começo e os olhos dos personagens, essa história vale muito a pena e me fez querer procurar mais coisas sobre O Demolidor.

Bom, é isso pessoal e até semana que vem!

Título: Demolidor – Diabo da Guarda
Número de páginas: 212
Editora: Salvat
Autor(es): Kevin Smith e Joe Quesada

Nota:


Twitter: @felipemorandin / @lieaiblog
Facebook: felipemorandin / lieaiblog

 

Deixe uma resposta